Saiba mais acerca dos diferentes tipos de dor que poderá sentir e descubra o que está por detrás da dor que sente.

Classificar a dor

Definir a dor tem sido historicamente difícil para a comunidade médica internacional. A definição atual dada pela Associação Internacional para o Estudo da Dor (IASP) é “ A dor é uma experiência sensorial e emocional desagradável que se encontra associada com danos efetivos ou potenciais ao nível dos tecidos ou descrita em termos de tais lesões.” A dor pode ser aguda e breve ou crónica e de longo prazo. Há muitas maneiras de classificar a dor e muitas destas classificações podem sobrepor-se, mas as classificações de dor geralmente identificadas incluem as seguintes:

  • Dor nociceptiva – é a dor causada por danos no corpo e serve um propósito protetor. Exemplos comuns incluem dor somática, tal como nas articulações, osteoartrite, dor lombar ou lesões desportivas e dor pós-cirúrgica.
  • Dor inflamatória – é frequentemente sentida quando há danos nos tecidos moles osteomusculares. Este tipo de dor é muitas vezes localizada e é descrita como moinha ou sensação de dorido. Ocorre frequentemente no ombro, anca e mão, mas pode também ocorrer a nível lombar.
  • Dor neuropática – é causada por lesão ou disfunção do sistema nervoso somatosensorial. Esta dor é causada por danos ou doenças afetando qualquer parte do sistema nervoso, muitas vezes sem sinais físicos. É frequentemente descrita como uma dor ardente, formigueiro, dor aguda ou picadas. Este tipo de dor tende a ocorrer dias ou semanas depois de uma lesão corporal e com ondas de frequência e intensidade. Muitas vezes não há uma fonte óbvia de dor e pode ocorrer espontaneamente.

Saiba mais acerca dos diferentes tipos de dor que poderá sentir e descubra o que está por detrás da dor que sente.

Seguir para: